Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





NOVA COMISSÃO DE FEIRANTES?

por fnaf, em 17.05.09

Através do e-mail presidentefnaf@gmail.com, recebi um aviso do nosso colega Manuel Peixoto citando a existência de uma circular cuja cópia enviou em anexo, onde se depara o objectivo de ser criada uma Comissão de Feirantes de Monção e Melgaço, citando os nomes de um determinado grupo e um jurista disponível para dar apoio.

Tal facto até nos poderia entusiasmar por ser lá tão a norte do país e como tal uma Associação a existir aí seria positivo, mas acontece que pelo texto da circular parecem desconhecer a existência de alguém que já fez e aguarda resultados, aquilo que eles lá prometem e isso poderá criar a dúvida entre a classe. até porque existem várias Associações de Feirantes suportadas nos seus Estatutos e reguladas por esta Federação, esta sim, com capacidade para levar a quem de direito reivindicações ou problemas a carecerem de análise e solução.

Compete a esta Federação incentivar e apoiar a criação de novas Associações com o intuito de todos os feirantes se sentirem apoiados independentemente do ponto do país onde residam ou actuem profissionalmente e é nesse sentido que antevê uma hipotética visita a este blogue de um membro do citado grupo com nome na circular e se assim for, será bom que nos contacte caso queiram seguir o exigível ou seja; Passar de Comissão a Associação criando os seus próprios Estatutos e tal como as outras a fazer a sua ligação a esta Federação para que sejamos um todo.

Esta actividade já não se compadece com o feirante isolado a puxar cada um para o seu lado nem tão pouco com Comissões locais, somos isso sim uma força de nível nacional.

Caso contrário é andar pela estrada errada.

Se por acaso algum colega tiver contacto com alguém do referido grupo, solicite-lhe uma visita a este blogue ou envie-nos o contacto.

José Abranja

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De p neves a 16.07.2009 às 17:02

Exmo Senhor José Abranja

Foi com alguma admiração e perplexidade que li as suas palavras neste blogue, só uma pessoa que desconhece a realidade do alto Minho é que pode escrever aquilo que o senhor escreveu.
Quando diz que, …”parecem desconhecer a existência de alguém que já fez e aguarda resultados, …….” Com certeza deve estar a referir-se a ….NADA !!!
Passo a explicar:
Até ao inicio do ano de 2009, nenhuma associação de feirantes fez nada pelas feiras de Monção e Melgaço, passo a desenvolver:
- O Regulamento das Feiras da C.M . de Melgaço foi aprovado sem o conhecimento dos feirantes e sem qualquer sugestão por parte das associações do sector. Uma vergonha!!
- Nos últimos anos de actividades os feirantes apenas receberam uma visita dos membros da AFDP (Associação de Feirantes do Distrito do Porto) com propostas de angariações de seguros e outros protocolos sem qualquer interesse para os feirantes.
- >E muito mais……..

Quando diz: ….aquilo que eles lá prometem e isso poderá criar a dúvida entre a classe.
Não há duvidas entre os membros da comissão !! O que pretendem é simples.
Pretendem que sejam esclarecidas as suas dúvidas sobre a actividade das feiras, pretendem dialogar com as autoridades competentes sobre todas as alterações impostas pela recente legislação, pretendem ter alguém que os oiça e defenda os seus direitos em todas as instâncias.
Quando diz: “…..até porque existem várias Associações de Feirantes suportadas nos seus Estatutos e reguladas por esta Federação, esta sim, com capacidade para levar a quem de direito reivindicações ou problemas a carecerem de análise e solução….”
Não concordo com tal afirmação. Indique, se for capaz, uma situação em concreto que tenha sido levada a cabo por uma associação em prol dos feirantes de Melgaço e Monção.

Sr. José Abranja, a comissão de feirantes de Melgaço e Monção nasceu há dois meses e tal e já fez mais pelos feirantes de monção e Melgaço do que as associações em anos de existência.

Por ultimo, compreendo a sua preocupação com o nascimento da comissão de feirantes e daqui a uns meses posso explicar-lhe o porquê.

È de acções que este país precisa e não de conversas ………..

Cumprimentos

Paula Neves
Imagem de perfil

De fnaf a 29.07.2009 às 00:31

D. Paula Neves
Li e reli o seu comentário e fui invadido pela perplexidade, uma vez que no blogs solicito inclusive a criação de uma nova Associação, que deverá entender que terá sempre mais peso do que uma comissão, aliás dias depois recebi um e-mail de uma senhora que me dizia que o norte estava inserido na sua Associação no caso Associação de Feiras e Mercados da Região Norte, ao qual respondi sem mais receber contacto.
Quando me acusa de dizer que essa Comissão devem desconhecer a existência de alguém que já fez muito pelos feirantes (...) não era apenas Bla,Bla , referia-me à minha experiência de quinze anos nos autos cargos da Associação de Feirantes do Distrito de Lisboa, de ter criado um jornal "O Feirante" que tem chegado às Autarquias da zona de Lisboa assim como ao poder central e aos partidos políticos , assim como aos associados da dita Associação, ter uma média de quarenta e sete reuniões por ano, ter ajudado a fundar a FNAF , ter ajudado a nascer a AFDP , ter contribuido para o nascer do cartão de feirante, uma ideia apresentada e discutida desde 1998 pela altura da Expo -98, ter criado Delegados de Feiras nesta zona de acção, ter exigido às autarquias o respeito pela actividade, são apenas algumas coisas de um relato de quinze anos.
Assumo que desconheço a realidade dos feirantes de Melgaço e Monção, mas há-de convir que não sou presidente da FNAF em termos profissionais e as despesas com uma presença aí indo de Lisboa não será intuito que seduza alguém.
Quando me diz que por uma só vez a AFDP visitou essa feira e que não foi com algo de interesse para os feirantes, esqueceu-se certamente de mencionar quantos associados daquela Associação aí existem para justificar as deslocações. Seja como for quero deixar-lhe os parabéns pela atitude tomada e espero que em breve me desvenda o porquê da minha preocupação? Com a criação dessa Comissão que como diz já fez tanto em dois meses e tal.
Finalizo lembrando só, que enalteço sempre quem se interessa pelo associativismo e faz algo de positivo pelos feirantes sejam eles de que terra sejam e só lamento que não sejamos todos associados para que quem trabalha em prol da actividade não tenha na maior parte das vezes de custear as despesas em prol de uma actividade que teima em ser egoísta
D. Paula Neves estou sempre que queira à sua disposição, aceite os meus cumprimentos e espero resposta sua se quiser utilizar o e-mail presidentefnaf@gmail.com

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D