Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Arquivo: Edição de 11-07-2007

SECÇÃO: Sociedade

Um mercado com regras a que os feirantes não estão habituados

foto

É um mercado modelo na região, aquele que foi estreado pelos feirantes do Entroncamento no sábado passado. O chão que cobre os 15 mil metros quadrados é em pavê cerâmico, assente em cima de uma mistura de terra e areia, para facilitar o mais rápido escoamento das águas, não confinando esse trabalho apenas às grelhas existentes ao longo do espaço.

O recinto conta com duas casas de banho, cada uma com três módulos, destinadas a homens, senhoras e utentes portadores de deficiência física. Em dias de mercado há dois funcionários em cada casa de banho, responsáveis pela sua manutenção e bom uso. A rede de saneamento está ligada à estação de tratamento de águas residuais (ETAR) situada a umas centenas de metros de distância.

O espaço está todo vedado com rede de alumínio, deixando aqui e li algumas aberturas para passagem pedonal, destinadas os utentes que deixam os veículos no estacionamento existente ao longo do recinto, paralelo à Estrada Nacional 365, que liga a cidade à vila da Golegã. Do mesmo lado há um portão largo mas que só será aberto em caso de emergência.

A entrada dos carros dos feirantes faz-se do lado norte, por uma portaria assegurada por uma empresa de segurança privada contratada pelo município. Para aceder ao espaço os vendedores têm de dirigir-se ao edifício envidraçado e mostrarem o respectivo cartão, a licença de venda no espaço. Só após a confirmação dos dados é que a cancela é aberta. Os lugares para os veículos e para a montagem das bancas estão devidamente sinalizados no chão, com uma cor diferente, e há também buracos pré-definidos para se espetar os ferros das tendas. Regras a que os feirantes não estão habituados nos restantes locais onde vendem.

O recinto que a câmara apelida de espaço multiusos tem capacidade para 171 bancas estando já distribuídas 136. “À excepção de 13 feirantes, todos os que vendiam no velho mercado (por trás do tribunal) candidataram-se a uma banca no novo recinto”, garantiu o presidente da câmara, Jaime Ramos (PSD). O processo de atribuição de lugares aos vendedores que se transferem do actual mercado ficará concluído em Setembro, quando se atribuírem os lugares ainda vagos, em princípio através de hasta pública.

 

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D